myfreecopyright.com registered & protected

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

O Pacto ( Joe Hill)

, 4







Desde quando li a Estrada da Noite me tornei fã do autor, e não pude deixa de conferir o lançamento de sua nova obra, O Pacto.

Ignatius Perrish era um homem de uma família de músicos, influentes e de renome, contudo, devido a sua asma ele não pode enveredar pelo caminho da música. Ig, como também é conhecido, tinha uma namorada, Merrin, a qual ele ama profundamente, e recebeu um trabalho na Inglaterra, um bom emprego, pode-se dizer que ele tem uma vida feliz, uma namorada, uma família, e um grande amigo, Lee, o qual ele é eternamente grato. O que poderia dar errado?

Infelizmente tudo,  depois de uma discussão com sua namorada, ele passa a noite dentro do seu carro no meio da estrada, mas , no dia seguinte ele descobre algo que vai mudar sua vida para sempre, Merrin foi estuprada e brutalmente assassinada no meio da floresta, para piorar ele é o único suspeito do crime e não tem nada que possa provar sua inocência.

Não havendo provas necessárias para comprovar sua inocência, ele acaba “inocentado”, todavia sua vida vai se tornar um verdadeiro inferno, as pessoas não acreditam nele e o culpam pelo crime.

Mesmo com sua vida totalmente transtornada ele tenta dar seguimento , e depois de uma noite de bebedeira e blasfêmia, ele acorda com nada mais nada menos, que chifres, e descobre que eles tem um poder sobre as pessoas, elas simplesmente revelam seus segredos mais íntimos e obscuros, sem pestanejar, isso o levará a descobertas surpreendentes, como o fato de seu irmão saber quem é o verdadeiro assassino, além de revelações estarrecedores de sua família e outras pessoas.

Joe Hill não decepciona, me surpreendeu o fato de não ser propriamente um livro de terror foi algo diferente do que eu esperava, mas ainda assim o livro é ótimo. 

O livro tem uma trama muito atraente e em alguns momentos imprevisíveis, sem falar na abordagem que o autor faz sobre o “poder” de possuir chifres. O que me incomodou um pouco foram algumas passagem repetitiva, desnecessária até, contudo nada comprometedor.


Apresentando uma linguagem um tanto afiada, e momentos um tanto pecaminosos, não é uma leitura recomendada aos mais ortodoxos, mas se esse não é o seu caso pode ter certeza que é diversão garantida.  
Stay Connected With Free Updates
Subscribe via Email
You Might Also Like
JOIN THE DISCUSSION

4 comments

27 de dezembro de 2010 12:02

ei Juan, esse livro tem cara de ser bem legal, quero ler ele e espero gostar. ^^)
beijos.

28 de dezembro de 2010 13:18

Eu estou bastante curiosa em conhecer o livro!

Pri
Entre Fatos & Livros

28 de dezembro de 2010 14:42

Eu li as primeiras páginas de Estrada da Noite, mas acabei deixando pra terminar depois, e aw eu adorei a história, só falta ler o resto D:
Uau!!!! Parece ser muuuuito bom, gostei *-*

xx carol

29 de dezembro de 2010 18:03

Juan, eu AMEI O Pacto, foi uma das minhas leituras preferidas em 2010. Achei o autor bem doidão, lisérgico mesmo e a narrativa, tão diferente da mesmice que pinta por aí, me ganhou de cara, só por ser ousado!
Bjoks,
Alê